Aulas de Bem-Estar Pessoal

Para uma implementação eficaz das lições de bem-estar nas escolas, as evidências da investigação vieram confirmar os seguintes sete princípios:

  1. Os programas ensinados pelos professores da turma (em vez de consultores ou profissionais externos) têm uma maior probabilidade de serem eficazes
  2. O programa deve ser aceitável para os professores
  3. Os programas universais são mais eficazes
  4. Os programas de longo prazo e mesmo plurianuais têm mais hipóteses de sucesso
  5. Uma abordagem multi-estratégica é mais eficaz do que uma abordagem única e altamente focada.
  6. Os programas eficazes incluem uma componente significativa de competências derivadas das abordagens cognitivo-comportamentais (CBT)
  7. O programa deve integrar estratégias de ensino baseadas em evidência

Em cada lição é apresentado o Plano da Lição e a respetiva Metodologia. No Plano da Lição, em Recursos, os professores encontrarão uma lista dos materiais necessários. Os Powers Points e os Pdf (fichas) das diversas lições, agrupadas em 6 unidades, estão disponíveis aqui: Materiais de Apoio.

Antes e após a implementação das diversas lições, os professores poderão solicitar aos alunos que respondam ao inquérito da Escala Multidimensional de Satisfação de Vida para Crianças, ao qual poderão aceder aqui.[Em breve]

Na Lição 29 é feita referência ao Inventário da Perspetiva Temporal, de Zimbardo,  que aqui pode ser livremente acedido.

A Perspectiva Temporal (PT), segundo Boyd e Zimbardo (2005) refere-se à “forma subjectiva e muitas vezes inconsciente como cada um de nós se relaciona com o tempo e ao processo pelo qual o fluxo contínuo de experiências pessoais e sociais é atribuído e parcelado em categorias temporais, que ajudam a dar forma, coerência e significado aos eventos”

A PT encontra-se relacionada com conceções do tempo baseadas numa composição de três categorias ou momentos temporais: o passado, o presente e o futuro. A capacidade subjectiva para nos centrarmos em alguma destas três “categorias temporais” é denominada por Perspectiva Temporal (Boniwell & Zimbardo, 2004).

Respondendo às 56 perguntas do questionário, irá obter uma pontuação, através da qual, na comparação com o gráfico apresentado, poderá verificar se a sua pontuação em cada tipo da PT é superior ou inferior à de 50 e 84 por cento das pessoas. Os traços a vermelho no gráfico representam a PT ideal.

Caso a sua pontuação se situe abaixo dos 50%, poderá considerar a sua PT como sendo baixa (ou muito baixa, caso esteja abaixo dos 16%). Por outro lado, caso se situe acima dos 50%, poderá considerar a sua perspectiva como alta (ou muito alta, caso esteja acima dos 84%).

No estudo apresentado por Ortuño e Gamboa (2009), os procedimentos de análise factorial exploratória ofereceram uma estrutura em cinco factores tal como na versão original. Estes cinco fatores representam os três grandes marcos temporais, previamente mencionados. Para além deste aspeto, o ZTPI Português é composto por 56 itens (Likert de 5 pontos) que representam as seguintes dimensões temporais: i) passado positivo, relacionado com atitudes agradáveis e sentimentais relativamente ao passado, ii) passado negativo, que representa uma atitude de aversão e angústia perante o passado, normalmente relacionado com sentimentos de ansiedade, raiva e depressão, iii) presente hedonista, traduz uma vincada tendência para a procura do prazer imediato, principalmente através de experiência excitantes e de alto risco, iv) presente fatalista, demonstra uma atitude de derrota, desamparo e desesperança perante a vida e v) futuro, o qual indica uma forte tendência para a necessidade de criar e prosseguir objetivos futuros.

Formação

A partir de novembro de 2020, teremos também disponível a oferta de formação de professores (online). Mais informações em breve. 

Baixar PDF do folheto