Projecto do Bem-Estar e da Paz

A verdadeira medida do estado de uma nação está na forma como cuida das suas crianças – da sua saúde, da sua segurança material, da sua educação e socialização, e do modo como se sentem amadas, valorizadas e integradas nas famílias e sociedades onde nasceram.

(UNICEF 2007)

Como surgiu este projecto?

Os fundadores da Interviver estiveram, no seu tempo, associados durante largos anos ao movimento associativo de pais, em particular à Federação das Associações de Pais de Cascais, onde desenvolveram projectos como os “Pontos de Escuta”, na área da prevenção primária, seletiva e indicada, do uso e abuso do álcool, tabaco e outras substâncias psicoativas e o projecto “Coisas de Todos Nós”, na área do desenvolvimento de competências parentais, em parceria com a Câmara de Cascais, e outros parceiros, no qual pudemos contar, desde sempre, com a colaboração e o apoio da Prof.ª Helena Marujo, do Instituto Superior de Ciências Sociais e Políticas (ISCSP).

Em 2015, numa aula aberta do Mestrado Executivo em Psicologia Positiva Aplicada (EMAPP), conhecemos a Prof.ª Ilona Boniwell, autora do Livro “Personal Well-being Lessons for Secondary Schools. Positive Psychology in Action for 11 to 14 year olds”, um manual para professores do 2.º e 3.º ciclos, na área da Educação Positiva, que visa o desenvolvimento nos jovens de competências em matéria de bem-estar, florescimento e otimização do seu funcionamento, focando-se na prevenção e na capacitação.

Apesar da multiplicidade de oferta de programas para o desenvolvimento de competências para a vida, este livro apresenta características únicas e a possibilidade de, com o custo apenas de um manual e da formação, o professor ficar capacitado para implementar um programa de educação positiva e bem-estar pessoal.

Este livro suscitou de imediato o interesse das professoras Patrícia Albergaria e Catarina Lagareiro, do Agrupamento de Escolas da Cidadela, em Cascais. Obtida a licença da Open Press University e da Autora, traduzimos e editámos 13 das 36 lições, tendo a implementação do projecto-piloto sido iniciada em Fevereiro de 2016, em turmas do 7.º e do 8.º ano daquele Agrupamento.

O programa captou o interesse dos alunos e o entusiamo dos professores, mas constatámos que, à semelhança do que já tinha sido constatado em França e no Reino Unido, e conforme recomendação da Prof. Ilona Boniwell, seria fundamental assegurar formação específica para os professores implementarem o programa.

A Divisão de Promoção da Saúde da Câmara de Cascais, também se interessou pelo programa e propôs-nos que concluíssemos a tradução integral da obra e a respetiva edição, tendo concedido apoio financeiro para a sua primeira edição e também para uma primeira formação de professores.

Com o apoio de Centro de Formação de Professores de Cascais e sob a coordenação científica da Prof.ª Helena Marujo, obtivemos a certificação do curso de formação (15 horas).

Esta formação está integrada nas actividades da Cátedra UNESCO em Educação para a Paz Global Sustentável.

A formação de professores esteve prevista para Abril de 2020, mas a pandemia do COVID 19 fez-nos adiá-la para Novembro de 2020, e de acordo com o espírito do tempo, esta será feita presencialmente (2 sessões) e online (3 sessões).

Finalmente, em Outubro de 2020 tivemos o prazer de apresentar esta nossa primeira edição.